Indicadores FJP

Projeções populacionais: Minas Gerais e territórios de desenvolvimento 2010-2060

Apresentação

Esta publicação disponibiliza os principais resultados das projeções populacionais, por sexo e grupos quinquenais de idade, por territórios de desenvolvimento, para o período de 2010 a 2040. Além disso, são apresentados alguns resultados das projeções populacionais de Minas Gerais, elaboradas pelo IBGE, para o período de 2010 a 2060.

Os resultados revelaram o rápido envelhecimento da população do estado, caracterizada por um arrefecimento continuado de seu ritmo de crescimento, nas próximas décadas, e por decrescimento a partir de 2040. Tal tendência será seguida por todos os territórios de desenvolvimento, com diferenças entre eles, principalmente entre 2010 e 2020. Nas décadas seguintes, espera-se uma convergência da velocidade de crescimento das populações dos TDs, com diminuição do diferencial de crescimento. Entre 2030 e 2040, as populações dos territórios do Alto Jequitinhonha, Caparaó, Baixo e Médio Jequitinhonha, Mucuri, Sudoeste e Vale do Rio Doce começarão a diminuir de tamanho, enquanto as populações dos demais territórios crescerão num compasso menor.

A razão de dependência total do estado decrescerá até 2015, quando atingirá o patamar de 42 pessoas dependentes, para cada 100 pessoas em idade produtiva e, a partir deste ponto, sofrerá sucessivos incrementos. Em geral, nos territórios, observa-se a mesma tendência estadual: diminuição das razões de dependência dos jovens e incremento da dos idosos. A razão de dependência total decrescerá até 2020, com crescimento progressivo a partir deste período, com exceção dos territórios Metropolitano e Triângulo do Sul, cujas razões de dependência totais já aumentarão a partir da década de 2010, e Vertentes, com o valor do indicador constante para 2010 e 2020.

Se por um lado o volume de jovens diminuirá, propiciando a oportunidade ao estado de investir em serviços básicos com qualidade para este contingente populacional, principalmente educação básica e saúde, para que se tornem adultos saudáveis e mais produtivos, por outro, o número de idosos está aumentando, impondo desafios inéditos: maior pressão da população idosa sobre o sistema de seguridade social, sobremaneira saúde e previdência social, ao longo do tempo. Soma-se a isso a diminuição da população em idade de trabalhar, isto é, de suportar financeiramente os jovens e idosos. Neste cenário de aceleradas mudanças, medidas emergenciais e estruturais, voltadas para setores específicos da população, deverão entrar nas agendas governamentais, a fim de diminuir os reflexos da redução da população em idade produtiva e o envelhecimento populacional.

Saiba Mais Relatório Base de dados Publicação completa

Publicado em: 5 de setembro de 2018
Próxima divulgação: -

Pirâmides Etárias

Pirâmides etárias da distribuição relativa população de Minas Gerais (%)
2010, 2020, 2040 e 2060

Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE); Fundação João Pinheiro (FJP), Diretoria de Estatística e Informações (Direi), Diretoria de Políticas Públicas (DPP). Elaboração: Fundação João Pinheiro (FJP), Diretoria de Estatística e Informações (Direi); Diretoria de Políticas Públicas (DPP).

Taxas de Crescimento

Taxas de crescimento geométricas da população de Minas Gerais, por grandes grupos de idade (%)
2010-2060

Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE); Fundação João Pinheiro (FJP), Diretoria de Estatística e Informações (Direi), Diretoria de Políticas Públicas (DPP). Elaboração: Fundação João Pinheiro (FJP), Diretoria de Estatística e Informações (Direi); Diretoria de Políticas Públicas (DPP).

Taxas de crescimento geométricas da população por território de desenvolvimento (%)
2010-2040

Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE); Fundação João Pinheiro (FJP), Diretoria de Estatística e Informações (Direi), Diretoria de Políticas Públicas (DPP). Elaboração: Fundação João Pinheiro (FJP), Diretoria de Estatística e Informações (Direi); Diretoria de Políticas Públicas (DPP).

População total e taxas de crescimento dos municípios, por porte populacional
2010-2040

Porte populacional População total Taxas de crescimento (%)
 20102020203020402010/20202020/20302030/2040
  Até 5.000 habitantes805.301775.955747.017854.704-0,4-0,41,3
  Entre 5.001 e 10.000 habitantes1.811.8201.776.2871.818.5891.723.737-0,20,2-0,5
  Entre 10.001 e 20.000 habitantes2.562.3392.625.2342.621.2092.565.3170,20-0,2
  Entre 20.001 e 50.000 habitantes3.371.6423.549.7453.621.7463.506.1340,50,2-0,3
  Entre 50.001 e 100.000 habitantes2.741.5932.820.5052.917.2272.376.5770,30,3-2
  Entre 100.001 e 500.000 habitantes4.490.5935.315.5035.818.2516.184.3931,70,90,6
  Mais de 500.000 habitantes4.174.1564.429.4384.676.0745.262.5200,60,51,2
Minas Gerais19.957.44421.292.66622.220.11222.473.3820,60,40,1
Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE); Fundação João Pinheiro (FJP), Diretoria de Estatística e Informações (Direi), Diretoria de Políticas Públicas (DPP). Elaboração: Fundação João Pinheiro (FJP), Diretoria de Estatística e Informações (Direi); Diretoria de Políticas Públicas (DPP).

Razões de dependência

Razões de dependência jovens, idosas e totais de Minas Gerais
2010-2060

Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE); Fundação João Pinheiro (FJP), Diretoria de Estatística e Informações (Direi), Diretoria de Políticas Públicas (DPP). Elaboração: Fundação João Pinheiro (FJP), Diretoria de Estatística e Informações (Direi); Diretoria de Políticas Públicas (DPP).

Razões de dependência jovens, idosas e totais dos territórios de desenvolvimento de Minas Gerais
2010-2040

Territórios de Desenvolvimento 2010 2020 2030 2040
 JovemIdososTotalJovemIdososTotalJovemIdososTotalJovemIdososTotal
Alto Jequitinhonha43,111,554,628,117,345,525,32045,322,824,146,9
Caparaó35,213,648,827,117,344,42524,249,222,531,353,8
Central34,91347,926,716,843,625,323,648,923,330,954,1
Mata3013,943,925,71641,625,626,952,523,533,156,6
Médio e Baixo Jequitinhonha43,414,958,327,817,545,324,521,646,122,127,249,3
Metropolitano3110,341,227,115,842,826,122,648,723,530,854,3
Mucuri41,514,856,326,916,943,824,722,246,922,128,350,3
Noroeste35,310,645,926,716,142,725,422,147,423,429,152,5
Norte40,610,951,527,615,943,525,619,945,522,925,448,3
Oeste30,711,942,72715,642,62624,150,123,831,355,1
Sudoeste31,413,144,526,716,943,62525,550,522,932,555,4
Sul31,512,644,126,616,543,125,525,250,723,432,455,8
Triângulo Norte30,411,141,525154025,723,248,923,631,555,1
Triângulo Sul3011,341,426,714,941,626,123,950,12430,354,4
Vale do Aço34,111,245,326,615,141,72623,349,423,630,754,2
Vale do Rio Doce3814,252,227,316,143,425,723,749,423,230,453,6
Vertentes30,712,242,926,516,442,925,524,950,423,531,655,1
Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE); Fundação João Pinheiro (FJP), Diretoria de Estatística e Informações (Direi), Diretoria de Políticas Públicas (DPP). Elaboração: Fundação João Pinheiro (FJP), Diretoria de Estatística e Informações (Direi); Diretoria de Políticas Públicas (DPP).

Quem Somos

Conheça a equipe e os gestores que viabilizaram a criação deste relatório

FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO

Roberto do Nascimento Rodrigues

Presidente

Daniel Lisbeni Marra Fonseca

Vice-presidente

Diretoria de Estatística e Informações (DIREI)

Júnia Santa Rosa

Diretora

Unidade Responsável

Diretoria de Estatística e Informações (DIREI)

Júnia Santa Rosa

Diretora

Coordenação do FJP Dados

Caio César Soares Gonçalves

Coordenação das Estatísticas Demográficas

Denise Helena França Marques Maia

Equipe Técnica

Denise Helena França Marques Maia

Coordenação

Gabriela Marise de Oliveira Bonifácio (ENCE/IBGE)

Luiza de Marilac Souza

Olinto J. Nogueira

Assessoria de Tecnologia da Informação

Rodrigo Diniz Rosa

Gestor do Projeto Tecnológico

João Luiz Grigoletti

Thiago Araujo Simões

Desenvolvedores

Fale Conosco

Entre em contato pelo e-mail cei@fjp.mg.com.br ou se preferir preencha o formulário abaixo:


Fundação João Pinheiro - Alameda das Acácias, 70 - São Luiz - Belo Horizonte - MG - 30.111-111 - Telefone: (31)3448-9719 - As informações acima são de prorpiedade de seus criadores. Os mesmos devem ser notificados para uso dos dados.