Indicadores

Sistema Estadual de Informações sobre Saneamento - SEIS

Apresentação

O Sistema Estadual de Informações sobre Saneamento - SEIS, foi criado em 2009, por meio do Decreto Estadual 45.137, com a finalidade de caracterizar os serviços de saneamento básico do estado de Minas Gerais, por meio da coleta, sistematização e divulgação de informações. Os dados apresentados a seguir fazem parte do relatório final da terceira rodada da Pesquisa do Sistema Estadual de Informações sobre Saneamento (Seis), realizada em 2015 pela Fundação João Pinheiro (FJP), em parceria com a Secretaria de Cidades e de Integração Regional - (Secir), tendo o apoio técnico da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa MG).

Os temas abordados pelo SEIS são: gestão municipal dos serviços de saneamento básico; serviço de abastecimento de água; esgotamento sanitário; manejo de resíduos sólidos; e drenagem e manejo de águas pluviais. Os resultados ora apresentados referem-se à terceira rodada da pesquisa, que ocorreu nos anos de 2015 e 2016, cujo ano de referência foi 2014.

Em 2014, cerca de 71,1% das sedes municipais no estado de Minas Gerais não tinham Plano Municipal de Saneamento Básico. O grau de cobertura dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário sofreram incremento 3,5% e 3,9%, respectivamente, entre 2011 e 2014. Em aproximadamente 19,0% das sedes municipais a destinação final dos resíduos sólidos urbanos ainda eram os lixões e a prática da coleta seletiva estava presente somente em 32,1% dos municípios mineiros. Em 2014, as áreas urbanas de mais de 90,0% dos municípios do estado eram cortadas por cursos d'água, dos quais, cerca de 92,6% estavam contaminados, seja por esgotos, seja por resíduos sólidos.

Gestão Municipal

Existência de Planos Municipais de Saneamento Básico (PMSB) por territórios de desenvolvimento
Minas Gerais – 2014

Território de desenvolvimento   Existe PMSB
  Sim (%) Não(%)*
Alto Jequitinhonha29,270,8
Caparaó41,858,2
Central41,258,8
Mata59,140,9
Médio e Baixo Jequitinhonha20,679,4
Metropolitano39,260,8
Mucuri25,075,0
Noroeste2080
Norte18,681,4
Oeste3862
Sudoeste11,488,6
Sul9,490,6
Triângulo Norte23,376,7
Triângulo Sul55,644,4
Vale do Aço8,891,2
Vale do Rio Doce7,392,7
Vertentes4258
Minas Gerais28,971,1
Fonte: Fundação João Pinheiro (FJP), Diretoria de Estatística e Informações (DIREI), Sistema Estadual de Informações sobre Saneamento (SEIS). - Nota: *abrange as sedes municipais onde não havia PMSB ou onde os PMSB estava em elaboração.

Distribuição percentual dos municípios que passaram por estresse hídrico, por territórios de desenvolvimento
Minas Gerais – 2014

Território de desenvolvimento   Estresse hídrico
  Sim (%) Não (%)
Alto Jequitinhonha83,316,7
Caparaó45,554,5
Central58,841,2
Mata37,662,4
Médio e Baixo Jequitinhonha88,611,4
Metropolitano58,841,2
Mucuri44,855,2
Noroeste36,763,3
Norte88,411,6
Oeste58,042,0
Sudoeste40,060,0
Sul64,435,6
Triângulo Norte36,763,3
Triângulo Sul25,974,1
Vale do Aço35,364,7
Vale do Rio Doce54,545,5
Vertentes50,050,0
Minas Gerais55,744,3
Fonte: Fundação João Pinheiro (FJP), Diretoria de Estatística e Informações (DIREI), Sistema Estadual de Informações sobre Saneamento (SEIS).

Abastecimento de Água

Grau de cobertura do sistema de abastecimento de água nas sedes municipais por territórios de desenvolvimento
2011/2014

Território de desenvolvimento   Grau de cobertura Variação relativa
  2011 2014 2014/2011
Alto Jequitinhonha67,0572,37,83
Caparaó67,9274,059,02
Central91,6492,210,62
Mata87,5789,732,47
Médio e Baixo Jequitinhonha67,6676,0912,45
Metropolitano95,9496,540,62
Mucuri74,1879,517,19
Noroeste84,8389,545,55
Norte75,1782,049,14
Oeste90,7892,431,81
Sudoeste87,5689,382,08
Sul85,3389,334,68
Triângulo Norte92,9294,41,59
Triângulo Sul91,9892,730,82
Vale do Aço84,5288,484,68
Vale do Rio Doce77,7982,195,66
Vertentes88,1390,612,81
Minas Gerais87,2290,313,54
Fonte: Fundação João Pinheiro (FJP), Diretoria de Estatística e Informações (DIREI), Sistema Estadual de Informações sobre Saneamento (SEIS).

Esgotamento Sanitário

Grau de cobertura do sistema de esgotamento sanitário nas sedes municípios por território de desenvolvimento
2011/2014

Território de desenvolvimento   Grau de cobertura Variação relativa
  2011 2014 2014/2011
Alto Jequitinhonha48,256,417
Caparaó56,758,73,5
Central65,973,511,6
Mata8182,61,9
Médio e Baixo Jequitinhonha43,453,623,5
Metropolitano83,384,41,2
Mucuri55,261,211
Noroeste70,576,58,5
Norte37,842,211,7
Oeste86,5892,9
Sudoeste82,784,72,4
Sul80,983,83,6
Triângulo Norte87,892,25
Triângulo Sul90,791,71,1
Vale do Aço76,580,34,9
Vale do Rio Doce69,771,62,6
Vertentes57,160,66,1
Minas Gerais74,577,43,9
Fonte: Fundação João Pinheiro (FJP), Diretoria de Estatística e Informações (DIREI), Sistema Estadual de Informações sobre Saneamento (SEIS).

Sedes municipais com rede de esgoto e que realizavam tratamento por território de desenvolvimento
Minas Gerais - 2014

Território de desenvolvimento   Tratamento  
  Total Parcial Sem tratamento
Alto Jequitinhonha27,313,659,1
Caparao3,83,892,3
Central38,50,061,5
Mata2,28,889,0
Medio e Baixo Jequitinhonha33,316,750,0
Metropolitana17,330,752,0
Mucuri5,929,464,7
Noroeste34,56,958,6
Norte63,36,730,0
Oeste20,822,656,6
Sudoeste15,212,172,7
Sul13,010,476,5
Triagulo Norte31,010,358,6
Triagulo Sul37,014,848,1
Vale do Aço5,92,991,2
Vale do Rio Doce9,811,878,4
Vertente11,113,375,6
Minas Gerais19,212,967,9
Fonte: Fundação João Pinheiro (FJP), Diretoria de Estatística e Informações (DIREI), Sistema Estadual de Informações sobre Saneamento (SEIS).

Resíduos Sólidos

Tipos de coleta exixtentes nos municípios por Territorio de Planejamento

Territorio Só coleta direta (%) Só coleta indireta (%) Coleta direta e indireta (%)
Alto Jequitinhonha95,80,04,2
Caparao74,51,823,6
Central70,60,029,4
Mata74,22,223,7
Medio e Baixo Jequitinhonha68,68,622,9
Metropolitana60,80,039,2
Mucuri89,70,010,3
Noroeste83,30,016,7
Norte81,41,217,4
Oeste75,00,025,0
Sudoeste45,70,054,3
Sul57,60,841,5
Triagulo Norte66,70,033,3
Triagulo Sul48,10,051,9
Vale do Aço79,42,917,6
Vale do Rio Doce89,13,67,3
Vertente72,04,024,0
Minas Gerais71,41,527,1
Fonte: Fundação João Pinheiro (FJP), Diretoria de Estatística e Informações (DIREI), Sistema Estadual de Informações sobre Saneamento (SEIS).

Participação das sedes municipais que realizavam coleta seletiva por território de desenvolvimento
Minas Gerais – 2014

Território   Coleta seletiva
  Sim Não
Alto Jequitinhonha8,391,7
Caparaó21,878,2
Central11,888,2
Mata21,578,5
Médio e Baixo Jequitinhonha34,365,7
Metropolitano48,251,8
Mucuri-100
Noroeste26,773,3
Norte24,475,6
Oeste5050
Sudoeste37,162,9
Sul42,457,6
Triângulo Norte33,366,7
Triângulo Sul48,151,9
Vale do Aço23,576,5
Vale do Rio Doce2080
Vertentes5248
Minas Gerais32,167,9
Fonte: Fundação João Pinheiro (FJP), Diretoria de Estatística e Informações (DIREI), Sistema Estadual de Informações sobre Saneamento (SEIS).

Destinação final de resíduos sólidos urbanos nas sedes municipais
Minas Gerais – 2014

Especificação Lixão Aterro controlado Aterro sanitário Unidade de triagem Unidade de compostagem Outras(1) Nr/Ns
Minas Gerais 18,6 28,6 15,1 16,2 15,8 3,4 2,2
Fonte: Fundação João Pinheiro (FJP), Diretoria de Estatística e Informações (DIREI), Sistema Estadual de Informações sobre Saneamento (SEIS). - Nota1: ) Incineração sem recuperação/aproveitamento energético; Incineração. Incineração com recuperação/aproveitamento energético e outras formas não especificadas

Drenagem Urbana

Distribuição percentual das sedes municipais em que existem cursos d’água na área urbana em sua sede
Minas Gerais – 2014

TERRITORIO Curso Dágua  
  Sim Não
Alto Jequitinhonha83,316,7
Caparao94,55,5
Central88,211,8
Mata96,83,2
Medio e Baixo Jequitinhonha88,611,4
Metropolitana93,76,3
Mucuri96,63,4
Noroeste53,346,7
Norte76,723,3
Oeste96,43,6
Sudoeste91,48,6
Sul95,84,2
Triagulo Norte80,020,0
Triagulo Sul77,822,2
Vale do Aço100,00,0
Vale do Rio Doce98,21,8
Vertente94,06,0
Minas Gerais 90,49,6
Fonte: Fundação João Pinheiro (FJP), Diretoria de Estatística e Informações (DIREI), Sistema Estadual de Informações sobre Saneamento (SEIS).

Distribuição percentual da situação do curso d’água com maior extensão na zona urbana das sedes municipais
Minas Gerais – 2014

Territorio Ocupadas por Parques e Praças Parcialmente ocupadas Totalmente Ocupadas Mantido em estado natural O curso d’água é canalizado
Alto Jequitinhonha-502525-
Caparao-59,623,117,3-
Central-46,626,726,7-
Mata-68,914,414,42,3
Medio e Baixo Jequitinhonha-54,89,725,89,7
Metropolitana-63,512,220,34
Mucuri-60,710,7253,6
Noroeste-56,312,5256,2
Norte-5310,733,33
Oeste1,952,85,730,29,4
Sudoeste-40,63,134,421,9
Sul0,963,44,5256,2
Triagulo Norte-56,5026,117,4
Triagulo Sul540103510
Vale do Aço-64,720,611,82,9
Vale do Rio Doce1,961,118,511,17,4
Vertente-55,31721,36,4
Minas Gerais0,558,512,322,85,9
Fonte: Fundação João Pinheiro (FJP), Diretoria de Estatística e Informações (DIREI), Sistema Estadual de Informações sobre Saneamento (SEIS).

Distribuição percentual dos tipos de contaminação dos cursos d’água que passavam nas áreas urbanas das sedes municipais
Minas Gerais – 2014

Territorio Esgoto Doméstico (%) Esgoto Industrial (%) Resíduos Sólidos (%) Outros (1) (%) Sem Lançamentos (%)
Alto Jequitinhonha56,76,713,313,310,0
Caparao67,19,210,511,81,3
Central52,414,314,34,814,3
Mata50,619,518,410,31,1
Medio e Baixo Jequitinhonha50,06,316,712,514,6
Metropolitana50,413,622,47,26,4
Mucuri52,89,418,918,90,0
Noroeste39,14,334,84,317,4
Norte34,45,424,79,725,8
Oeste53,915,89,27,913,2
Sudoeste48,119,29,611,511,5
Sul50,017,514,513,54,5
Triagulo Norte59,412,56,39,412,5
Triagulo Sul51,710,320,76,910,3
Vale do Aço50,08,323,313,35,0
Vale do Rio Doce63,67,820,83,93,9
Vertente62,38,714,511,62,9
Minas gerais52,112,817,210,57,4
Fonte: Fundação João Pinheiro (FJP), Diretoria de Estatística e Informações (DIREI), Sistema Estadual de Informações sobre Saneamento (SEIS). - Nota: Incineração sem recuperação/aproveitamento energético; Incineração. Incineração com recuperação/aproveitamento energético e outras formas não especificadas

Quem Somos

Conheça a equipe e os gestores que viabilizaram a criação deste relatório

GOVERNADOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS

Fernando Damata Pimentel

Secretário de Estado de Planejamento e Gestão

Helvécio Miranda Magalhães Júnior

FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO

Roberto do Nascimento Rodrigues

Presidente

Daniel Lisbeni Marra Fonseca

Vice-presidente

Diretoria de Estatística e Informações (DIREI)

Júnia Santa Rosa

Diretora

Unidade Responsável

Diretoria de Estatística e Informação (DIREI)

Júnia Santa Rosa

Diretora

Coordenação das Pesquisas Primárias

Plinio de Campos Souza

Equipe Técnica

Plinio de Campos Souza

Coordenação

Denise Helena França Marques Maia

Helena Teixeira Magalhães Soares

Luiza de Marilac Souza

Maria Ramos de Souza

Renato Vale Santos

Assessoria de Tecnologia da Informação

Rodrigo Diniz Rosa

Gestor do Projeto Tecnológico

João Luiz Grigoletti

Renata Graciela Moreira Cardoso

Desenvolvedores

Fale Conosco

Conheça a equipe responsável por este relatório e conheça um pouco do currículo de cada um.


Fundação João Pinheiro - Alameda das Acácias, 70 - São Luiz - Belo Horizonte - MG - 30.111-111 - Telefone: (31)3448-9501 - As informações acima são de prorpiedade de seus criadores. Os mesmos devem ser notificados para uso dos dados.