FJP Dados

Indicadores FJP

Mulher e Mercado de Trabalho

Apresentação

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, a Diretoria de Estatística e Informações da Fundação João Pinheiro divulga os resultados da inserção das mulheres no mercado de trabalho nos anos de 2015 e 2016 no âmbito do estado de Minas Gerais.

Entre 2015 e 2016, a estimativa da População Economicamente Ativa das mulheres reduziu 1,1% enquanto a dos homens permaneceu estável. Houve retração de 4% de postos de trabalho para as mulheres e um aumento de 24,9% do número de desempregados no período. Para os homens, houve redução de 2,5% na estimativa de ocupados e aumento de 30,2% dos desocupados.

As mulheres ganharam em média 88% do rendimento dos homens por hora trabalhada. No grupo de profissionais das ciências e intelectuais, o rendimento hora das mulheres correspondeu a 67% do masculino, mesmo elas sendo a maioria nessa área. A renda das mulheres é maior do que a masculina nos grupos ocupacionais onde há uma proporção maior de homens, como é o caso dos membros das forças armadas, policiais e bombeiros militares, nas ocupações elementares e trabalhadores qualificados da agropecuária, florestais, da caça e da pesca. Veja essas e outras estatísticas do mercado de trabalho categorizadas por sexo nos gráficos a seguir.

Publicado em: 7 de Março de 2018
Próxima divulgação: Março de 2019

PEA e Desocupação

Entre 2015 e 2016, observou-se resultado desfavorável para as mulheres no mercado de trabalho em Minas Gerais, em relação aos homens. A estimativa da População Economicamente Ativa (PEA) das mulheres reduziu 1,1% enquanto dos homens permaneceu estável. Houve retração de 4% de postos de trabalho para as mulheres e ao aumento de 24,9% do número de desempregados no período. Para os homens, houve redução de 2,5% na estimativa de ocupados e aumento de 30,2% na de desocupados.

Estimativa da População Economicamente Ativa, da População Ocupada e Desempregada, segundo sexo (Em mil pessoas).
Minas Gerais-2015-2016

Ano   2015     2016  
Condições de atividadeTotalHomensMulheresTotalHomensMulheres
População Economicamente Ativa 10.9946.1054.88910.9416.1064.835
   Ocupados10.0365.6324.4059.7195.4904.229
   Desempregados9584734851.222616606
Taxa desocupação8,77,89,911,210,112,5
Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Continua (PNADc). Elaboração: Diretoria de Estatística e Informações (Direi), Fundação João Pinheiro (FJP).
Geralmente, as mulheres têm uma taxa de desocupação maior do que os homens. Entre 2015 e 2016, esse número foi de 12,5% para as mulheres, contra 10,1% para os homens, mesmo com aumento relativo maior da desocupação para eles no período.

Taxa de desocupação, por sexo na semana de referência, das pessoas com 14 anos ou mais de idade (%)
Minas Gerais - 2015-2016

Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Continua (PNADc). Elaboração: Diretoria de Estatística e Informações (Direi), Fundação João Pinheiro (FJP).

Participação no mercado

A taxa de participação das mulheres segue inferior à dos homens. Em 2016, pouco mais da metade das mulheres estava no mercado de trabalho (53,9%), ao passo que 73,7% participavam do mercado de trabalho em Minas Gerais.

Taxa de participação, por sexo 2015-2016 (%)

Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Continua (PNADc). Elaboração: Diretoria de Estatística e Informações (Direi), Fundação João Pinheiro (FJP).

Grupamentos ocupacionais

A distribuição dos ocupados por grupos ocupacionais em Minas Gerais, mostra que as mulheres estão concentradas dentre os trabalhadores nos serviços e comércio (29%), nas ocupações elementares (24%) e dentre os profissionais das ciências e intelectuais (13%). No caso dos homens, há uma maior concentração dentre os qualificados mecânica e construção (22%), na ocupações elementares (19%).

Grupamentos ocupacionais do trabalho principal da semana de referência para pessoas de 14 anos ou mais de idade por sexo (%) em 2016- Minas Gerais.

Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Continua (PNADc). Elaboração: Diretoria de Estatística e Informações (Direi), Fundação João Pinheiro (FJP).

Renda

O rendimento médio real por hora trabalhada indica que as mulheres receberam menos do que os homens em praticamente todos os setores de atividade econômica, exceto na Agricultura e Pecuária, pelo qual os homens auferiram R$ 7,83 por hora, em 2016, e as mulheres R$ 9,71.

Rendimento médio mensal real, jornada semanal média e rendimento médio por hora dos ocupados no trabalho principal segundo setor de atividade e sexo
Minas Gerais -2016

Variável Rendimento médio real (R$) Jornada semanal média (horas) Rendimento médio por hora trabalhada (R$/horas)
Setor de AtividadeTotalHomensMulheresTotalHomensMulheresTotalHomens Mulheres
Total de Ocupados18722098157240423811,4412,0810,6
   Agricultura e Pecuária1338132114664142368,047,839,71
   Indústria de transformação20732342150941423911,512,798,79
   Construção1736171524484141389,789,5716,97
   Comércio e reparação de veículos1695193913534344429,3610,248,11
   Serviços 20282641163738413713,316,111,5
   Atividades mal definidas11251125-4040-6,576,57-
Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Continua (PNADc). Elaboração: Diretoria de Estatística e Informações (Direi), Fundação João Pinheiro (FJP). Nota: Rendimento médio em valores de novembro de 2017.
As mulheres auferiram uma média de 88% do rendimento por hora trabalhada dos homens. A menor proporção do rendimento das mulheres ocorre no grupo de profissionais das ciências e intelectuais, onde o rendimento hora das mulheres corresponde a 67% dos homens embora elas sejam maioria nessa área. A proporção da renda das mulheres é maior do que a dos homens nos grupos ocupacionais onde há uma proporção maior de homens, como dentre os membros das forças armadas, policiais e bombeiros militares, nas ocupações elementares e dentre os trabalhadores qualificados da agropecuária, florestais, da caça e da pesca.

Rendimento médio mensal real, jornada semanal média e rendimento médio por hora dos ocupados no trabalho principal, segundo grupos ocupacionais e sexo
Minas Gerais -2016

Variável Rendimento Mensal (R$) Jornada semanal média (horas) Rendimento médio hora trabalhada (R$/horas) Proporção do Rendimento das Mulheres em relação aos homens (%)
Grupamentos OcupacionaisTotalHomensMulheresTotalHomensMulheresTotalHomensMulheresRendimento MêsRendimento Hora
Total de Ocupados18722098157242424012,110,611,47588
   Dirigentes e gerentes41604699324736362925,318,822,96974
   Prof. das ciências e intelectuais38705257300837373433,522,326,65767
   Técnicos e profissionais de nível médio25542995210238383617,613,515,67077
   Trab. de apoio administrativo17201934159643433611,69,910,58286
   Trab. dos serviços e comércios 14351885115843433410,27,48,56172
   Trab. qualificados da agropecuária1458149111454040349,110,29,277112
   Trab. qualificados mecânica e construção1544162610764343379,17,48,96681
   Op. de instalações, máquinas e montadores1726180112853838329,77,49,47176
   Ocupações elementares94210008834040365,86,46,188111
   Membros das forças armadas, policiais e bombeiros militares50345012526942424028,633,2829,01105116
Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Continua (PNADc). Elaboração: Diretoria de Estatística e Informações (Direi), Fundação João Pinheiro (FJP). Nota: Rendimento médio em valores de novembro de 2017.

Quem Somos

Conheça a equipe e os gestores que viabilizaram a criação deste relatório

FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO

Roberto do Nascimento Rodrigues

Presidente

Daniel Lisbeni Marra Fonseca

Vice-presidente

Diretoria de Estatística e Informações (DIREI)

Júnia Santa Rosa

Diretora

Unidade Responsável

Diretoria de Estatística e Informações (DIREI)

Júnia Santa Rosa

Diretora

Coordenação do FJP Dados

Caio César Soares Gonçalves

Laura Ladeia Maciel (Estagiária)

Equipe Técnica

Plinio de Campos Souza

Coordenação

Claudio Jorge Cancado

Glauber Flaviano Silveira

Maria Ramos de Souza

Nícia Raies Moreira de Souza

Assessoria de Tecnologia da Informação

Rodrigo Diniz Rosa

Gestor do Projeto Tecnológico

João Luiz Grigoletti

Thiago Araujo Simões

Desenvolvedores

Fale Conosco

Entre em contato pelo e-mail cei@fjp.mg.com.br ou se preferir preencha o formulário abaixo:


Fundação João Pinheiro - Alameda das Acácias, 70 - São Luiz - Belo Horizonte - MG - 30.111-111 - Telefone: (31)3448-9719 - As informações acima são de prorpiedade de seus criadores. Os mesmos devem ser notificados para uso dos dados.